SP (9 de 9) (collage)
Fotografia

Sereia em sp #02

Minha história e relacionamento com SP segue firme. E forte. Talvez, mais do que nunca. Alguns dias atrás, retornei à minha terrinha (Ceará) para matar a saudade de todos, reviver momentos, relembrar passados. Para minha surpresa, descobri que não me encaixo mais. Todos esses quatro anos que me moldo em SP, sempre deixo claro e insisto para mim mesma que meu lar afetivo foi e sempre será lá. Foi lá que cresci, lá que vivi, sempre foi lá. Nunca pude estar 100% interiormente aqui. Nunca totalmente aqui. Mas quando estive lá, me vi aqui. Foi aqui que me tornei quem sou hoje, aqui que me vi por inteira, cara à cara, de alma crua. Aqui que me fiz e desfiz. Aqui virou meu lar, além de físico, afetivo. Ninho. Meu mar sempre foi lá, mas acabei trazendo-o junto com minha calda. Precisei ir para me ver inteira na volta. Voltei e cá estou, nunca tão real como hoje. Me mudei, mas não foram só os móveis, as roupas, as tralhas. Me mudei e mudei.

Sempre acabo falando demais, né? E preciso dizer: Que saudade de estar aqui! Que saudade de colocar coisas pra fora, sejam meus devaneios ou para compartilhar conhecimentos enfeitados. Como estão? Três meses se passaram, muita coisa aconteceu, mas ei, continuo aqui. Seja onde for, em Fortaleza, SP ou no Japão. Meu divã virtual e minha bagagem cultural jáz aqui. E meu cantim também é de vocês.

Essa semana fui fotografar o alto de SP com um amigo (dan, te amo! obrigada pelo dia maravilhoso). Depois de quase cinco anos aqui, nunca tinha ido para esses pontos clichês, onde se vê a selva de cima. Também arrisquei fazendo umas pequenas colagens nas fotos. Que por acaso, representam muito pra mim, no momento.

SP (1 de 9) (collage) SP (2 de 9)

SP (3 de 9)

SP (4 de 9) (collage)

SP (8 de 9)

SP (7 de 9)

SP (6 de 9)

SP (5 de 9)

SP (9 de 9) (collage)

{infos} local das fotos – Edifício Copan

+ fotos de minha autoria + instagram de fotografia

Ingrid Brandão

Sereia. Cigana. 24, do Ceará, de SP e do mundo. Bagageira de emoções. Um desastre. Amante de musica boa, filme chororô e lugares desconhecidos. Amante do amor. Todo tipo de amor. Vamos nos amar.

2 comentários em “Sereia em sp #02

  1. Que fotos lindas, puta merda!
    Eu moro a quase quatro anos em São Paulo e ainda não consegui visitar esses pontos por estarem abertos em horários comerciais, mas nossa… <3 São Paulo é linda demais e eu tenho uma relação de amor e ódio que gostaria de tatuar esse texto em mim porque é exatamente como me sinto. É um sentimento que somente quem não nasceu aqui e nunca se encaixou direito de onde é que sente mesmo. A gente nunca sente sozinho certas coisas e é bom demais saber disso.

    1. Ei moça, você por aqui? Que lindeza! Primeiramente: OBRIGADAAAA!
      Fico muito muito contente mesmo, por você ter se identificado com o texto. Estamos na mesma, né? Essa relação mais complicada do que mansa haha. E é exatamente isso! Só quem veio de fora e se moldou aqui sabe, né? Não estamos sozinhas nessa. Aqui é imensidão e aposto que tem mais pessoinhas com bagagens nas costas para se fazer lar. E ei, super topo esse nosso bate-papo pessoalmente, hein? Vamos jogar conversa fora e fofocar sobre esse relacionamento intenso que temos com SP? haha <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *