edit
Comportamento

O que 2016 te trouxe?

Tudo bem, sejamos um pouco realistas, esse ano teve uma dose intensa de acontecimentos desgostosos. Mudanças drásticas e tristes no país, muitos ídolos indo embora, muitos términos, aperto no bolso, aberto no coração. Mas e aí? Foi só isso? Percebo que, todo final de ano as pessoas torcem segundo por segundo para que acabe logo. No final, sempre é “acaba logo tal ano”, “metas para 2017”, “tudo vai mudar”. Como se nada de bom tivesse restado. Nunca param para olhar pra trás e notam as coisas boas, das pequenas até as grandiosas.

Dos reencontros inusitados, dos marcados também. Dos novos caminhos, novas pessoas, novos momentos. Das flores pelo caminho, do emprego novo, da libertação do emprego. Da nova banda que ouviu no caminho de volta pra casa. Existem coisas boas em todos os caminhos trilhados. É só enxergar. Restaram três dias. Setenta e duas horas. Vamo recapitular só as coisas boas? E ei, não esquece que coisas “ruins” também fazem parte. O tropeço, a chuva, o dia nublado, o arranhão, as lágrimas, o aperto. O aperto.

O arco-íris. O riso. O aconchego. O colo. A própria companhia. O dia clarear. O curativo. Tudo cura. O abraço apertado, no lugar do aperto. O dia seguinte nos faz ser uma pessoa melhor. Nos faz ver outros horizontes, sentir coisas nunca sentidas antes. Nos amar na dor. Nos amar no amor.

304fae29412079.55f1977123145

Meu ano foi assim. Alguns dias difíceis. Alguns foram alívios. Talvez tenha sido o ano em que mais me enfrentei por inteira. Me olhei por dentro e vi do que sou capaz. Me mudei novamente. Montei minha casinha mais uma vez. Outro recomeço. Visitei minha terrinha. Me senti mais amada do que já havia sentido na vida. Voltei pra casa. Comecei a fazer terapia (e isso mudou completamente tudo). Pedi meu namorado em casamento. Saí do emprego pra poder viver meus dias, meus sonhos. Fotografei mais, me descobri mais. Conheci pessoas fantásticas. Reencontrei outras que sempre amarei. Mudei os móveis de lugar. Adotei mais uma gatinha. Aprendi finalmente a me cuidar e tomar mais água (depois de uns sufocos haha). Aprendi a cozinhar algo, além de arroz e filé de frango queimado hahaha. Tenho minhas próprias prantinhas. E esses dias farei um ano de blog. Tem noção? Pode ser pouco, mas isso pra mim é gigantesco. Faz parte de um dos meus maiores sonhos. Ter chegado até aqui é absurdo. Obrigada especialmente à você, que está lendo e fazendo isso mais especial ainda.

Agora jogo mais um exercício pra você: Que tal sentar, parar um pouco e escrever as coisas boas que te aconteceram? Não precisam ser um milhão, se for uma e for importante, já vale por todo o resto. Mas não deixa isso passar. Todas as pessoas que perguntei como foi o ano, responderam praticamente a mesma coisa. O quão tenso foi. Foi pesado. Foi. Mas não foi só isso. Foi muita coisa. Foram doze meses! O que tu aprendeu? O que tu ensinou? O que tu viveu, afinal?

{infos} Ilustração: Kathrin Honesta

Ingrid Brandão

Sereia. Cigana. 23, do Ceará, de SP e do mundo. Bagageira de emoções. Um desastre. Amante de musica boa, filme chororô e lugares desconhecidos. Amante do amor. Todo tipo de amor. Vamos nos amar.

4 comentários em “O que 2016 te trouxe?

  1. NHaaaaaa que lindooo post <3<3
    Me fez parar pra perceber quantas coisas maravilhosas aconteceram em 2016 também e tenho certeza que apesar de várias coisas chatas terem acontecidos, temos que nos lembrar dos pequenos momentos que realmente foram importantes em nossa vida. Pois quem disse que 2017 não terá seus problemas também? nada é perfeitos, mas temos que acreditar em nossos mesmo para tornar nosso ano mais agradável e tranquilo, não é verdade?!
    1 ano de blog \o/ que lindoooooooooooo! parabéns pra vc e pras meninas, que 2017 seja cheio de amor e post novos <3<3
    Que venha mais um ano cheio de aventuras, novas conquistas, fotinhos e mais encontrinhos com pessoas que te façam bem e espero estar no meio deles para podermos rir juntas 😀 ahahhahaha
    Supeeer beijo

    1. Lindinhaaaaaa!!!!! Espero que sua virada tenha sido deliciosa e ei, como está sendo esse comecinho de tudo? Espero que você já esteja 100% recuperada. Todo ano tem seus dias escuro. Mas tabém não existe claridade o tempo inteiro, né? Até porque aí não conheceríamos o real valor das coisas boas.
      SIMMMM, 1 anim de blog e eu nem sei o que sentir, viu? É muito louco pra mim, chegar até aqui. Obrigada mesmo mesmo mesmo, Quel <3
      E acho mais que digno começarmos esse ano fazendo algum projeto lindo pros blogs, hein? beso beso <3

    1. Ei Fla! Fico feliz que tenha gostado!
      Simmmm, sempre tem, né? Falta só a gente parar e olhar pra dentro de si, ao nosso redor.
      Hahahah sua lindaaaaa, muito obrigada, mesmo mesmo! Esse cantim sou eu todinha haha. E ei, vi que você joga. Vamo jogar uns wii u um dia? hahaha
      Bom comecinho de ano pra nós <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *